Evolua para a SEQUOR

Criamos experiências através da otimização de processos, agregando valor e dando inteligência para dados confiáveis em tempo real, para a tomada de ações.

Quer saber como podemos ajudar suas operações, preencha o formulário que entraremos em contato.

    Poka-yoke na Rastreabilidade de Parafusamentos

    DESAFIO

    Possuíam necessidade na linha de montagem de monobloco. Componentes dos grandes conjuntos de um trator: Eixo do trator, transmissão, motor, tudo o que seria a alma do trator está em cima do monobloco.

    Tem uma linha que fabrica e monta eixo traseiro, motor, eixo dianteiro, e vão formando o monobloco ao longo dos 12 postos de trabalho.

    E essa montagem é feito com carrinhos autônomos, os AGVs, da marca Sinova, esse carrinho vai avançando ao longos dos psotos, ele para e os operadores montam o que é de função deles, e ele avança para o próximo posto de trabalho, esses grandes conjuntos são acoplados a estes carrinhos e no último posto temos o monobloco pronto.

    Tinham um problema pois não é uma linha exclusiva de um modelo de trator, existe sempre na linha a possibilidade de novos tratores sendo montados ao mesmo tempo. Nos doze postos de trabalho eventualmente podemos ter doze modelos de tratores diferentes, um em cada posto.

    Em 3 postos, 4, 6 e 8, existem as funções de aperto, são aplicados torques específicos para montagem do trator. Cada momento tem um trator diferente sendo montado em postos diferentes, com torques diferentes, características muito específicas de cada trator, então tinham a dificuldade de acionar o torque correto de cada modelo no posto de trabalho.

    SOLUÇÃO

    Implementamos 3 terminais de coleta e uma integração com as apertadeiras que são as responsáveis por aplicar o torque nestes postos de trabalho.

    A integração foi possível, pois lá no posto 1, na entrada do monobloco, no primeiro posto de trabalho, identificamos o trator, sabemos qual o modelo comercial e o código comercial e vinculamos este modelo ao carrinho de montagem, o mesmo possui uma leitura RFID, para identificar qual a posição da linha de montagem que ele está, então vinculamos no carrinho da Sinova, qual o modelo do trator e seu código comercial.

    Conforme este carrinho avança, e chega no posto 4, 6 ou 8, o carrinho por ter uma localização RFID, identifica qual ID do trator que está carregando, a Sequor identifica, valida, seleciona o Job correto com o torque correto e envia para a apertadeira. O operador por sua vez aplica este torque no trator e a apertadeira envia-nos o valor o torque que foi aplicado.

    A Sequor armazena esse valor no seu banco de dados e dá um OK ou Não OK para o carrinho da Sinova, para poder avançar para o próximo posto de trabalho.

    GANHOS

    Redução no tempo de setup das apertadeiras para parafusamento. Maior confiabilidade na rastreabilidade dos valores de torque aplicados. Redução de erro humano na seleção do programa de aperto correto.

    Receberam um troféu de PRATA na modalidade CCQ’s do 35º Concurso Sul Brasileiro de Projetos Participativos, realizado pela AGQ – Associação Gaúcha para a Qualidade.

    Deixe um comentário